Eis a Prova que o Ministério e a Administração da Congregação, em São Carlos e Araraquara, estão envolvidos com a Maçonaria: deram a Casa de Deus, a igreja do Jardim Bandeirantes, construída com o suor dos Santos, de presente para a “Loja Maçônica Estrela da Liberdade NR 2287” (Vejam a conta de energia do endereço da Congregação em nome da Maçonaria)..

 

 

 

 

 

 

 

 

Queridos irmãos, saúdo a todos com a paz de Deus!

Esta é uma carta de alerta a todos que amam verdadeiramente a Deus e sua igreja, todo verdadeiro cristão deve repassar esta mensagem adiante.

A irmandade precisa ser alertada que algo muito grave está acontecendo, mas os líderes não estão tomando providências por covardia e negligencia e outros ainda por estarem fazendo parte das coisas erradas.

O inimigo já está dentro da igreja alterando os estatutos e as interpretações bíblicas de forma a condenar os irmãos que assim crerem nessas mudanças.

Os ensinamentos camuflados da maçonaria estão sendo substituídos pelos ensinamentos de Cristo. Vários membros do ministério por todo Brasil estão entrando para maçonaria e transmitindo aos outros irmãos mais simples os ensinamentos maçons sem que eles percebam.

 

 

Quem fez a venda da Igreja por metade do preço que foi avaliada para maçonaria?
Foi nosso atual presidente da CCB!

 


Veja como os antigos lideres pensavam sobre maçons:

 

No ano de 1970 foi emitido o tópico n°17, que trata das sociedades secretas, e que é lido até os dias de hoje nas congregações.
 Ele diz: 

"Somos alertados a ter muito cuidado com determinadas sociedades secretas que estão visando angariar membros no meio do povo de Deus; até servos de Deus são visados. QUEM INGRESSAR NESSAS SOCIEDADES SEJA DO MINISTÉRIO OU SIMPLES IRMÃO, SERÁ DESLIGADO DA COMUNHÃO DA IGREJA."

 

Mas por que se o estatuto da igreja proíbe envolvimento na maçonaria, temos um líder maçom que está colocando centenas de outros maçons no ministério da igreja?
E por que ninguém faz nada? Por que ninguém deu atenção aos sites que denunciavam?

 


 

Qualquer dúvida é só acessar o site www.cpfl.com.br e solicitar a 2° via da conta de energia, bastando digitar o código do cliente 2316358 (que vem impresso na conta). Feito isto aparecerá na tela do computador a conta (igual ao anexo) com o endereço da nossa igreja e a denominação “Loja Maçônica Estrela da Liberdade NR 2287”.

Quando pensávamos que já tínhamos visto de tudo, fomos mais uma vez ultrajados, acintosamente, por estes Anciães corruptos e maçons ao vermos a Congregação do Jardim Bandeirantes, em São Carlos, entregue à Maçonaria para a instalação de uma de suas lojas: “Loja Maçônica Estrela da Liberdade”, pertencente ao “Grande Oriente do Brasil” que seria o “Brás” da maçonaria, em nosso País.

 

O que esperar mais do Ministério da Congregação Cristã no Brasil?

Primeiramente colocaram “na rua” idosos, crianças e toda a Irmandade do Jardim Bandeirantes; em seguida, venderam, fraudulentamente, a igreja e, posteriormente, se apropriaram de R$ 300 mil Reais do cofre que havia na Congregação.

Contudo, o plano maquiavélico (maldoso) de Cláudio Marçola, Antonio Lubek, Augusto Lourenço Ribeiro, Nerias Boni Corneta, Nivaldo Eufrade, Naor Lubk, Sergio Antonio Mattos Faceiro, Luiz Carlos Zenatti e da Administração da Congregação, em conjunto com Paulo Ramires (maçom), filho do Tesoureiro da Congregação, foi o de humilhar a Irmandade e afrontar o Nosso Deus, instalando na igreja do Jardim Bandeirantes uma “Loja Maçônica”.

 

Irmandade de São Carlos e Região, pedimos no "Amor de Deus" e "Em Nome do Senhor Jesus", não dêem mais um centavo do vosso suor para estes maçons. Hoje, deram a Congregação do Jardim Bandeirantes para a Maçonaria, amanhã, darão outras igrejas! Não contribuam mais para a construção do Jardim Paraíso (réplica do Brás). Guardem os vossos recursos que o Nosso Deus preparou e quando Ele vos fizer saber socorram, diretamente, o necessitado “sem intermediários”. Deus muito vos recompensará!